Município registra 1º caso do Jogo “Baleia Azul” em posts no Facebook

cats
2ª publicação.
18073291_769979966488289_371954512_n
3ª publicação.

O maior Distrito de Itacaré, Taboquinhas, registrou na tarde desta sexta-feira (21) Feriado de Tira-dentes, supostamente o 1º caso do Jogo Baleia Azul através de alguns posts em uma rede social. A jovem que não pode ser identificada na matéria, reside em Taboquinhas e estuda no Colégio Estadual do distrito. A jovem postou: “Os suicidas são anjos que querem voltar pra casa” #Baleia_Azul – esse foi o status publicado no Facebook por volta das 17h e gerou vários comentários, entre eles, a intervenção de duas professoras da jovem. Em seguida voltou a postar: “O mundo de um Suicida, e escuro onde a uma alma tentando achar a luz sem ser pega..”. E uma hora depois a jovem postou mais uma vez: “Eu só queria não ser tão inútil, eu apenas não queria fazer as pessoas sofrem tanto por mim, mais não eu sou uma idiota!!! Eu mesmo não percebendo faço as pessoas sofrerem, eu não quero mais magoar ninguém, não quero ser o motivo da lagrima de ninguém!!! — Desabafo. Alguma garota suicida”.

As publicações totalizaram 148 reações e mais de vinte comentários nas três publicações, entre eles, apoios e comentários de repúdios.

As autoridades de Itacaré devem dar o grito de alerta, antes que o jogo vire epidemia como nas outras cidades e estados que casos de automutilação, ferimentos auto-provocados e até mesmo suicídio estão sendo registrados.

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) determinou a adoção de medidas preventivas para proteger e orientar adolescentes em razão de suspeitas de tentativas de suicídio estimuladas pelo jogo virtual Baleia Azul. Nesta quinta-feira (20), o Secretário da Saúde Fábio Vilas-Boas anunciou a criação de uma força tarefa para investigar casos de jovens que procuraram assistência hospitalar nos últimos dias por conta de atos de automutilação e outros ferimentos auto-provocados. Ele também reforçou a importância da atenção dos pais de jovens e adolescentes. “A orientação aos pais e educadores dos jovens é que se registre a ocorrência na delegacia mais próxima, seja preservado o material (celular e/ou computador) e prestado atendimento médico imediato”. A Sesab recomenda que caso algum comportamento suspeito seja identificado, a criança ou adolescente deve ser levado para a unidade de saúde mais próxima. A Secretaria determinou ainda que hospitais, prontos socorros, unidades de saúde e demais serviços de atendimento médico na Bahia redobrem a atenção em situações de automutilação e uso inadequado de medicamentos por crianças e adolescentes. Confira os sinais de alerta indicados pela Sesab:

baleia1-768x1017

Fonte: Site Itacaré Informa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *