Meliante envolvido na morte do PM Tyrone foi executado

Na noite desta segunda-feira (24), Ilhéus registrou mais um homicídio. A vítima foi identificada como Danilo José Silva Santos, acusado de ter participado da morte do policial militar Tyrone Thomas de Aquino.

Na madrugada desta segunda-feira, Danilo foi preso na BR 101 tentando fugir para Salvador. Apresentado na 7ª Coorpin negou a participação no homicídio de Tyrone.

Segundo informações policiais, Danilo tinha acabado de deixar a Delegacia de Polícia, acompanhado de sua esposa, identificada como Cristina Soares, quando foi abordado e executado por homens encapuzados. A esposa do meliante também foi alvejada e está internada no hospital Regional Luiz Viana Filho, em estado grave.

Cristina é mãe de Adailton Soares dos Santos, vulgo “Dai” (um dos líderes do Raio A e recluso no Conjunto Penal de Itabuna), apontado por Danilo como sendo o mandante do homicídio de Tyrone.

Investigações continuam

“Beço” e “Pipou” 

O Blog Agravo conversou na manhã desta terça-feira (25) com a delegada Andrea Oliveira, responsável pelo núcleo de homicídio que investiga a execução do policial militar Tyrone.

Segundo a delegada, as investigações continuam buscando uma testemunha chave, para chegar à motivação do crime.

Ao Blog do Gusmão, a delegada comentou a ação conjunta das forças policiais. “Houve uma comoção grande, até porque foi atingido um agente que representa o Estado, e isso é muito grave. Nós não podemos aceitar que um agente do Estado seja assassinado de uma forma tão brutal. Nós precisamos saber se isso tem alguma relação ou não com a atividade policial da vítima. Por conta disso, todas as forças policiais estão interagindo nas diligências e trocando informações, para que a gente possa chegar aos autores e à motivação do crime”, concluiu Andréa Oliveira.

Foram presos nesta segunda-feira os meliantes Fabrício Magno de Santana, vulgo “Beço”, e Everton, ambos apontados como os autores do homicídio de Tyrone.  Apesar de negar a participação, Fabrício apontou a localização da arma usada no crime. Em desdobramento, prepostos da 68ª CIPM, por indicação dos investigados foram à Rua Arthur Bernardes, n° 234, no bairro da Conquista e apreenderam um revólver calibre 38, da marca ROSSI, nº 388227, em poder de Cleber Machado dos Santos, vulgo “Pipou”,com 06 cartuchos intactos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *