Ex-governador do DF, Agnelo Queiroz é liberado por habeas corpus

O ex-governador do Distrito Federal Agnelo Queiroz foi liberado nesta quarta-feira (31) pela manhã. Ele estava preso desde o dia 23 na operação Panatenaico, que investiga um esquema de corrupção na reforma do estádio Nacional Mané Garrincha. A decisão é do desembargador Federal Néviton Guedes, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, tomada ainda nesta quarta pela manhã. A Polícia Civil informou que Agnelo foi solto poucas horas depois.

Ao decidir por liberar o ex-governador da prisão temporária, a Justiça acatou os argumentos de que ele não é mais político, que não tem mais contato com nenhum outro dos envolvidos, que ele abriu mão dos sigilos bancários e fiscal e que as diligências da operação já terminaram. “Ele já se encontra em casa e deve falar com a imprensa ainda na tarde desta quarta”, disse um dos advogados de Agnelo ao G1, Paulo Guimarães.

Além de Agnelo, também foram liberados o dono da Via Engenharia Fernando Queiroz, a ex-presidente da Terracap Maruska Lima de Souza e o ex-presidente da Novacap Nilson Martorelli – cuja defesa não quis se manifestar. A medida não se estende aos outros seis detidos – ou seja, o ex-governador José Roberto Arruda, o ex-vice-governador Tadeu Filippelli e os demais suspeitos seguiam presos até a última atualização desta reportagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *