Alunos fecham rua com cadeiras em protesto por reforma de escola em Itacaré

Estudantes dizem que o Colégio Estadual Aurelino Leal está sem janelas, tem rachaduras nas paredes e infiltrações no teto.

Os alunos do Colégio Estadual Aurelino Leal, na cidade de Itacaré, região sul da Bahia, realizaram uma manifestação, na manhã desta terça-feira (25), para pedir a reforma da escola. Segundo os estudantes, a maioria das salas de aula da instituição, que atende a cerca de 660 alunos do ensino médio, estão sem janelas e portas. Além disso, há rachaduras nas paredes e infiltrações no teto.

O protesto começou por volta das 8h30 e foi encerrada às 11h. Durante o ato, os alunos fecharam a rua que fica em frente à instituição com as cadeiras da escola. Em seguida, os estudantes saíram em caminhada pelas ruas do centro da cidade, com cartazes e carros de som.

De acordo com a diretora do colégio, Juliana Delmont, a Secretaria de educação do Estado já havia sido alertada por ela sobre a situação da estruta da unidade de ensino. Segundo a diretora, um engenheiro da secretaria esteve na instituição e realizou uma avaliação, há cerca de 15 dias, mas nada foi feito.

Em nota, a Secretaria da Educação do Estado da Bahia informou que uma empresa realiza o levantamento das necessidades da escola, e que está cumprindo os trâmites para a emissão da Ordem de Serviço, para o início das obras.

Paredes e teto da escola estão com infiltrações (Foto: Croline Santos de Jesus)
Paredes e teto da escola estão com infiltrações (Foto: Croline Santos de Jesus)

 

Salas de aula de colégio estão sem janelas (Foto: Croline Santos de Jesus)
Salas de aula de colégio estão sem janelas (Foto: Croline Santos de Jesus)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *