Estudantes de escolas municipais farão parte de um livro

Como parte do projeto “Ler é bom, Experimente”, os alunos das escolas da rede municipal de Itacaré receberam na manhã desta quarta-feira a visita do escritor Laé de Souza, da Editora EcoArte, do Ministério da Educação, para um debate sobre a importância da leitura e como se dá o processo de criação de uma crônica. Durante o encontro no Centro Educacional de Itacaré o escritor conversou com os alunos, esclareceu dúvidas, falou da importância do projeto como estímulo à leitura e parabenizou as escolas da rede municipal por aderir ao projeto é por apresentar já excelentes resultados, com grandes textos produzidos pelos estudantes.

O escritor Laé de Souza também aproveitou o encontro para homenagear os alunos selecionados com os melhores textos e que farão parte do livro “As melhores histórias dos projetos de leitura – vol 9”. Após avaliar as obras dos estudantes, os textos escolhidos e que farão farte do livro foram os dos alunos Nahuel Lima Villamyor, do Centro Educacional de Itacaré, Alicia Quadros Vieira, da Escola Dr. Manoel Castro, e Joanice Pereira Gonçalves, também da Escola Dr. Manoel Castro e jovem Joanice Pereira Gonçalves, de 17 anos, que cursa o 8° ano na Escola Antônio Raimundo, da Região do Cachimbo Seco, na zona rural de Taboquinhas. Ainda durante o encontro foram homenageados os professores, diretores e vários estudantes, de diferentes turmas, que foram classificados entre as melhores obras.

O projeto “Ler é bom, Experimente” conta com o apoio Prefeitura de Itacaré, através da Secretaria de Educação, é tem como principal objetivo despertar os estudantes para a leitura e estimular para que possam desenvolver trabalhos de literatura. Como parte desse trabalho, os professores vêm estimulando seus alunos, da sede e da zona rural, para que desenvolvam crônicas e textos com temas do cotidiano. E o resultado já começam a ser vistos com excelentes trabalhos sendo realizados pelos próprios alunos e com textos que farão parte de livro. Para os estudantes, o projeto foi uma oportunidade de abrir o horizonte para a leitura e descobrir que ler é muito bom.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *