Deivid Silva vence o baiano Marco Fernandez na final do Itacaré Surf & Sound Festival

O dia começou com os duelos das quartas de final em baterias no formato homem a homem, e o que se viu foram baterias com notas altas e muito radicalidade dos atletas. O sol mais uma vez brilhou forte e o público prestigiou em peso nas areias da praia da Tiririca. 

A grande final reuniu o paulista Deivid Silva, que desde as primeiras fases vinha demonstrando muita força e velocidade nas manobras. Do outro lado, o baiano Marco Fernandez, que foi encaixando seu surf no decorrer da competição e chegou na final recebendo o apoio da torcida local.

Deivid imprimiu um forte ritmo e investiu nas direitas para arrancar notas 8,17 e 9,60 pontos, esta última uma onda onde atacou com três pancadas verticais e jogando muita água para cima. Totalizando 17,77 pontos, Deivid comemorou mais uma vitória no Circuito Mundial.

“Estou muito feliz por vencer esse evento e isso foi um motivo a mais para eu nunca desistir do meu sonho, que é entrar no CT (divisão de elite da World Surf League)”, foram as primeiras palavras de Deivid Silva, que chegou na Bahia em 34.o lugar no ranking do WSL Qualifying Series. “Eu agradeço aos meus pais, a minha esposa que está aqui e agora eu vou com tudo para as etapas que faltam, em Maresias (SP) e no Havaí, para dar o meu máximo como fiz aqui para buscar meu grande objetivo, que é entrar no CT”.

“Eu acho que esse evento me fortaleceu bastante e muito obrigado a todos pela torcida”, continuou Deivid Silva. “Esse campeonato foi incrível, deu altas ondas em todos os dias, consegui fazer boas baterias e estou muito feliz. Eu nem ia vir para cá, mas meu pai insistiu, então tive que entrar na primeira fase, mas deu tudo certo e só tenho que agradecer a Deus, minha família e a todos que torceram por mim”.

O baiano também comemorou a final e o bom resultado, além das boas atuações durante o evento, e agora segue rumo ao QS 3000 em Maresias (SP).

“Bati na trave pela segunda vez, mas o trabalho continua e foi um resultado importante para dar uma reanimada no ânimo para os próximos eventos”, disse Marco Fernandez. “A bateria foi decidida nos detalhes e eu sabia que quem pegasse a melhor onda, ia ser o campeão. Quando eu fui naquela onda que fiz minha maior nota (7,57), o Deivid (Silva) pegou a de trás que acabou sendo melhor e tirou nove e pouco. Então, era o dia dele, conseguiu achar a melhor onda e foi o campeão. Mas, foi muito bom ter voltado essa etapa aqui em Itacaré e, quem sabe, poderemos ter esse evento aqui e o da Praia do Forte no ano que vem também, pois o Brasil precisa mesmo de mais etapas para a gente poder somar pontos em casa”.

(Redação: SurfBahia/Foto: Albert Queiroz)

Resultados

Campeão: Deivid Silva (BRA) por 17,77 pontos (9,60+8,17) – US$ 10.000 e 1.500 pontos no QS

Vice-campeão: Marco Fernandez (BRA) com 14,40 pontos (7,57+6,83) – US$ 5.000 e 1.125  pontos

RANKING SUL-AMERICANO DA WSL SOUTH AMERICA – após  4.a das 5 etapas:

1.o: Thiago Camarão (BRA) – 1.720 pontos
2.o: Krystian Kymerson (BRA) – 1.310
3.o: Gabriel André (BRA) – 1.045
4.o: Alvaro Malpartida (PER) – 1.030
5.o: Jeronimo Vargas (BRA) – 1.025
6.o: Deivid Silva (BRA) – 1.000
7.o: Marcos Correa (BRA) – 960
8.o: Samuel Igo (BRA) – 935
9.o: Gustavo Ramos (BRA) – 900
10.o: Yagê Araujo (BRA) – 830

Confira os clicks da cerimônia de premiação:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *